NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Nokia baixa lucros

Nokia baixa lucros

quinta-feira, 19 outubro, 2006 /
Vendas subiram no trimestre. A Nokia não conseguiu superar a grande rentabilidade alcançada há um ano e registrou lucros líquidos de 845 milhões de euros, menos 4% do que no mesmo período de 2005.

A companhia reduziu também em 4% seu lucro operacional, que ficou em 1,1 mil milhões de euros (1,375 mil milhões de dólares).

No entanto, o lucro por acção cresceu 5% e chegou a 0,21 euros por unidade, 0,01 euro a mais do que no terceiro trimestre de 2005.

As vendas de telemóveis, principal negócio do gigante finlandês, aumentaram 33% entre Julho e Setembro em relação ao ano anterior, até 88,5 milhões de unidades.

Ásia-Pacífico e China, com altas superiores a 60%, foram os mercados nos quais as vendas da Nokia mais cresceram, juntamente com a América Latina, onde vendeu 9,9 milhões de terminais, 32% a mais comparado com o terceiro trimestre de 2005.

No entanto, a Europa - com 24,8 milhões de unidades - continua a ser o principal mercado do fabricante finlandês, com aumento das vendas de mais de 11% durante este período.

Segundo estimativas da empresa, a quota de mercado da Nokia aumentou dois pontos em relação ao trimestre anterior, até 36%.

Para o último trimestre, a Nokia prevê um aumento do volume global de vendas próximo dos 15%, para 970 milhões de terminais, esperando manter a sua quota de mercado ou até aumentá-la no final do ano.
2,696