NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Nokia e Siemens anunciam fusão

Nokia e Siemens anunciam fusão

segunda-feira, 19 junho, 2006 /
Nova empresa para redes de telecomunicações. A nova empresa, detida em partes iguais pelos dois gigantes e representando um volume de negócios superior a 15,8 mil milhões de euros (dados de 2005), resulta da fusão da unidade de negócios de redes da Nokia com a de fornecimento de redes fixas e móveis da Siemens.

Este novo gigante vai chamar-se Nokia Siemens Networks e prestar serviços de administração de redes, equiparando-se em dimensão à Ericsson, à Cisco e à Alcatel/Lucent.

A unidade vai ter sede em Helsínquia e assumir-se como o terceiro fornecedor mundial de infra-estruturas, tendo por objectivo liderar o segmento da convergência fixo-móvel.

Aproveitamento de sinergias, com redução anual de custos da ordem de 1,5 mil milhões de euros até 2010 e cortes de entre 10% e 15% dos postos de trabalho, é um dos principais argumentos da nova empresa, cujo presidente-executivo será Simon Beresford-Wylie, enquanto o director financeiro será Peter Schönhofer. O presidente do conselho de administração será o CEO da Nokia, Olli-Pekka Kallasvuo.

A operação, que carece ainda de parecer das autoridades reguladoras, deverá estar concluída até final deste ano reflectir-se nas contas da Nokia Siemens Networks em 2007 (antes de custos de reestruturação).
5,872