NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Os Utilizadores do iPhone são os mais Produtivos

Os Utilizadores do iPhone são os mais Produtivos

quarta-feira, 29 abril, 2009 /
Um estudo leva a crer que os utilizadores do iPhone são os mais produtivos dentro das estruturas empresariais. Ao que parece, tudo tem a ver com o grau de satisfação pessoal do utilizador. A Forrester Research acaba de publicar um estudo sobre três grandes empresas que adoptaram a utilização de iPhones da Apple nas suas estruturas empresariais. Apesar de várias empresas mostrarem preocupação sobre a segurança e as capacidades de gestão destes dispositivos, as companhias analisadas pela Forrester, a Kraft Foods, a Oracle e a Amyllin Pharmaceuticals, estão a ter um grande êxito com o iPhone como ferramenta de trabalho. A principal razão atribuída pela consultora de mercado é o grau de satisfação dos utilizadores do iPhone, que sendo mais felizes se mostram mais produtivos no desempenho das suas tarefas do que outros utilizadores que têm outros tipos de smartphones para trabalhar. Ted Schadler, autor do relatório de 12 páginas divulgado pela Forrester, afirma que "as empresas que analisámos não hesitam em apontar como benefícios do iPhone sobre outros dispositivos móveis o grau de satisfação dos seus empregados, o aumento da sua produtividade e uma redução nos custos". Segundo o analista, "numa era de populismo tecnológico, em que muitas vezes as TI destinadas ao consumo são melhores dos que as empresariais, por vezes faz sentido dar aos funcionários a liberdade de escolherem as ferramentas com que preferem trabalhar". De acordo com a sua opinião, "se um iPhone torna um funcionário mais feliz, permitir a sua utilização proporcionará benefícios colaterais derivados de uma força de trabalho mais motivada e criará uma nova linha de comunicação entre o departamento e o resto da organização". No entanto, nem tudo é cor-de-rosa. Shanddler reconhece a existência de algumas questões ainda por resolver para se conseguir obter melhores resultados. Fala por exemplo da combinação do iPhone com o ActiveSync para funções de calendário, que segundo Schadler, "é hoje o maior problema". Além disso, o resultado da análise aos 3 casos vem concluir que as ferramentas de gestão e de garantia de entrega de mensagens são "fracas" quando comparadas com as do BlackBerry Enterprise Server. Existem, ainda, outros problemas, como a carência de suporte completo para VPN no caso de alguns utilizadores, questões que podem vir a ser resolvidas no próximo iPhone 3.0, previsto para chegar no próximo Verão.
2,422