NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Telemóvel é pior que sanita

Telemóvel é pior que sanita

quarta-feira, 24 janeiro, 2007 /
Estudo bacteriológico. Uma análise às bactérias presentes em vários objectos de uso diário concluiu que existe um número muito elevado delas nos telemóveis.

O facto não constitui grande novidade, tanto mais que era já público que o mesmo fenómeno se verificava com os teclados dos computadores.

Mesmo assim, o estudo aplicado a telemóveis só agora foi feito e aponta que até mesmo a sola de um sapato tem menos bactérias.

O estudo foi levado a cabo pela «Dial-a-Phone» e concluiu que, sem limpeza frequente, o telemóvel pode constituir fonte de doenças. E tudo por ser habitualmente guardado em bolsos ou malas e ter grande contacto com as mãos, a cara e os ouvidos, ou seja, está mais vezes do que outros objectos em contacto com zonas propensas a ter bactérias.

Mas há solução: limpar frequentemente o terminal com um produto anti-bacteriano.
3,167