Skip to main content

Motorola lança telefone híbrido

Parceria com a Brasil Telecom.

O novo terminal, chamado Telefone Único, é compatível com redes móveis e redes fixas e está direccionado especialmente para as pequenas empresas e clientes residenciais.

Este projecto representa um investimento de dois milhões de dólares da Motorola que, porém, já adiantou não pretender dar o exclusivo à Brasil Telecom, operador que tem mais de 10,8 milhões de linhas fixas instaladas e 2,4 milhões de clientes de telefonia móvel.

O produto é comercializado num pacote que inclui um telemóvel e um equipamento de ponto de acesso que se conecta a uma linha de telefonia fixa. Este equipamento, que se liga ao telemóvel via Bluetooth, detecta quando a chamada é de rede fixa e móvel.

O ponto de acesso estabelece uma rede de cobertura com raio de 100 metros, dentro da qual as ligações feitas a partir do telemóvel terão a mesma tarifa de um aparelho fixo. Além disso, quando o telemóvel estiver dentro dessa área de cobertura, as ligações feitas para o aparelho fixo conectado ao ponto de acesso poderão ser atendidas no telemóvel.

Este lançamento tem em conta que 30% das chamadas móvel-fixo são feitas dentro de casa e que, ao fazer uma ligação do telemóvel para um telefone fixo dentro do raio de alcance do ponto de acesso, o cliente fará uma economia de cerca de 84%.

Entretanto, sabe-se que outro operador – a Telemar – pretende lançar um serviço semelhante, mas ainda não definiu a data.

Caso a Telefónica compre a quota da PT na Vivo, os analistas consideram que também esta poderá oferecer um serviço de telefone fixo-móvel em São Paulo, ao contrário do que se assa com a TIM que decidiu vender sua participação na Brasil Telecom e, por isso, não poderia oferecer os serviços de telefonia fixa.