Motorola optimista

A norte-americana Motorola está bastante optimista com as perspectivas para 2003, no que diz respeito às vendas de telemóveis.

Em entrevista à agência de notícias norte-americana Reuters, aquele responsável da Motorola confirmou, ainda, que outros sectores da empresa que sofreram profundas reestruturações desde 2000 (leia-se despedimentos e corte radical de despesas) vão, finalmente, dar sinais positivos de retoma, como por exemplo a parte dos semi-condutores e das infra-estruturas das redes móveis.

“Os dois últimos anos têm sido demasiado dolorosos. Parece que começamos a vislumbrar alguns sinais positivos”, afirmou Mike Zarivoski, que há seis meses  ocupa o cargo principal da divisão dos telemóveis. “Podemos dizer, com alguma margem de segurança, que todas as seis áreas de negócio da Motorola possam gerar receitas em 2003”, continuou. No entanto, o gigante norte-americano já tinha registado alguns lucros no último trimestre de 2002, após um período contínuo de seis trimestres de prejuízo.