Motorola pode ser comprada

Dell, HP e RIM eventuais interessadas

A norte-americana Motorola, que perdeu recentemente para a Sony Ericsson o lugar de segundo maior fabricante mundial de telemóveis, está vulnerável devido à quebra do valor das suas acções.

Numa altura em que o mercado de telecomunicações assiste a consolidações (com empresas comprando-se umas às outras e/ou estabelecendo parcerias, inclusive com aproximação ao mercado de PCs), a Motorola deverá agora ficar debaixo do interesse para ser comprada, segundo avançou o analista David Garrity, da Dinosaur Securities, citado pela imprensa económica.

De acordo com a mesma fonte, os mais fortes candidatos a assumirem o controlo da Motorola são a Research in Motion (RIM), que lidera o segmento empresarial nos EUA com os seus PDAs BlackBerry, e também os fabricantes de computadores Hewlett-Packard e Dell.