Motorola põe o «Olho» no mercado

Videotelefone IP foi apresentado no CES.

«A empresa que inventou o telemóvel volta a revolucionar as comunicações pessoais», declarou John Burke, vice-presidente da Motorola e director-geral para as soluções de entertenimento, a apresentar o Motorola Ojo Personal Videophone como a solução para a comunicação entre pessoas separadas fisicamente, com imagem em tempo real.

Foi no CES que o fabricante norte-americano apresentou o seu Ojo, um videofone dotado de um ecrã de 16/9 com sete polegadas (17,78 cm) na diagonal e 480×854 pixels, o qual será posto à venda a partir do Verão.

O Ojo suporta SIP ou NCS (para as redes de cabo) e dispõe de um interface 100 base-T para a ligação à rede IP. A imagem é obtida por um receptor (176×144) e codificada para MPEG4 H264 para ser transmitida na rede.

A Motorola garante que uma conexão 110Kbs permite um débito de 30 imagens/segundo.

Quanto ao áudio, o Ojo integra um codec G.711 e funcionalidades de anulação de ressonância.

O telefone pode ser separado do videofone Ojo, ficando como um wireless «normal» que permite chamadas via rede IP ou por ligação telefónica clássica.

Nos EUA, o preço anunciado é de 800 dólares mais assinatura de serviço.