Motorola «ressuscita» o StarTac (actualizada)

O RAZR V3 é o novo «concha» ultra-compacto da marca americana.

O RAZR V3 é um telemóvel super-fino em alumínio anodizado e extremamente elegante, que corporiza o conceito de miniaturização. De formato parecido com o do célebre StarTac – que representou o «state of the art» não só da marca mas de todo o mercado – os seus 14 mm de expessura e 100 gramas de peso contêm, porém, algumas das características e funções mais avançadas e desejadas pelos utilizadores deste tipo de terminais (a designação RAZR vem de «razor», do inglês «lâmina» por ser tão fino).

Assim, destacam-se neste quadribanda os dois ecrãs a cores: o externo é um STN que suporta 4.096 cores e a resolução é de 98×64 px; o interno é um TFT que foi alterado e aumentado ao longo do processo de desenvolvimento do modelo, sendo a nova resolução de 240×320 px, o que lhe permite agora suportar até 262 mil cores.

O RAZR V3 contempla ainda suporte Java, WAP, MP3, toques polifónicos, vídeo MPEG4, Bluetooth, APN VGA, GPRS classe 10 e porta mini-USB, entre outras características.

A Motorola aposta em fazer do modelo a nova referência da telefonia móvel e organizou mesmo uma exposição em que comparava o RAZR V3 a outras obras contemporâneas de elevado estatuto, desde a célebre cadeira do arquitecto Frank Gehry às esculturas MIKRO do designer Sam Buxton, passando por peças que levam a funcionalidade ao extremo, como a cadeira do arquitecto Gio Ponti e a elegância das peças da designer Florence Doléac.

O RAZR V3 terá um preço de cerca de 830 euros.

Conheça melhor a nova «bomba» da Motorola no nosso expositor clicando aqui e compare-a com o StarTac, cujas características pode recordar clicando aqui.