Motorola tem mais quatro terminais

Linux, escrita com os dedos e teclado QWERTY.

O Motorola Moto Q, cujo nome de código durante o projecto foi «Franklin», é a mais apelativa das novidades do fabricante norte-americano, desde logo pela imagem mas também pelas potencialidades que encerra e com que pretende fazer concorrência ao BlackBerry da RIM e ao Tréo, entre outros.

Previsto para ser lançado no primeiro trimestre do próximo ano, este novo smartphone (que já pode conhecer ao pormenor no nosso expositor clicando aqui) é apresentado como mais um membro da família RAZR de que ostenta a característica ultra-fina: 11,5 mm, o que leva a Motorola a indicar que é 50% mais fino do que os mais directos concorrentes. E associa-a à presença de um teclado QWERTY, o que potencia a sua utilização para inúmeras tarefas de cariz profissional.

Som de qualidade superior, email (o Moto Q assenta já na versão 5.0 da plataforma Windows Mobile da Microsoft) e tecla para navegação fácil com apenas uma mão são algumas das suas principais componentes deste quadribanda GSM/EDGE, que contempla a marcação por voz. Há ainda anotar as teclas iluminadas, a antena interior, o grande ecrã TFT com qualidade QVGA a 65.000 cores, o browser de Internet, a câmara fotográfica integrada de 1.3 megapixéis com flash, a porta para cartão MiniSD, a memória de 128MB RAM/64 MB ROM e a conectividade Bluetooth. A autonomia anunciada é de quatro horas em conversação e oito dias em standby.

A910 com Wi-Fi e Linux

Mas uma das principais estrelas do novo «pacote» de novidades Motorola é o A910, que conjuga a liberdade da conexão Wi-Fi com uma plataforma Linux, sendo aliás um dos que se vem juntar ao recentemente anunciado E895, com qual partilha também a imagem.

Este «concha» conta com a tecnologia UMA que possibilita um acesso de grande fiabilidade a comunicações GSM e GPRS em redes WLAN, o que poderá revelar-se importante em matéria de VoIP. Estão também presentes características de conexão MotoSync para potenciar tarefas profissionais em mobilidade, a conectividade Bluetooth, reconhecimento de voz, leitor de MP3 com som 3D e uma câmara fotográfica de 1.3 megapixéis.

O Motorola A910, que também deve ser comercializado a partir do primeiro trimestre de 2006, permite ainda a expansão da memória através de cartões MicroSD/Transflash.

A728 ou versão económica do A910

Inicialmente destinado em exclusivo ao mercado chinês, mas podendo vir a ser comercializado noutros países, o Motorola A728 é um «concha» de design muito atractivo, cujo sistema operativo é igualmente Linux e que aponta igualmente para uma utilização de cariz profissional. O terminal traz uma caneta do tipo das dos PDAs para uso no ecrã principal, que é táctil, e integra funções de instant messaging do Yahoo! e dicionário.

A câmara fotográfica tem resolução CIF e o telemóvel suporta ainda aplicações Java, toques polifónicos e MP3 e reconhecimento de voz, sendo a memória de 8Mb.

A732 reconhece escrita manual

O Motorola A732, um tribanda GSM de tampa deslizante, tem como principal distinção o facto de dispor de um ecrã táctil que permite reconhecer a escrita directa e convertê-la em texto para ser enviados por SMS ou por email. Inclui, além disso, um sistema que faz com que o terminal reconheça a escrita de diferentes utilizadores, reconhecendo igualmente alguns gestos básicos para efectuar determinadas tarefas de edição e de transição entre diferentes línguas.

Por outro lado, as mensagens de texto recebidas neste terminal são convertidas em voz e «faladas» para o utilizador, graças à função texto-to-speech.

Conectividade Bluetooth, câmara fotográfica VGA de 0,3 mpx, suporte para expansão de memória através de MicroSD/Transflash, leitor de MP3 e vídeo MP4 completam o leque das principais características do Motorola A732, que deverá chegar aos mercados ainda neste Verão.

Conheça os novos Motorola ao pormenor no nosso expositor:

Moto Q

A910

A728

A732