Skip to main content

Nokia aposta na Internet e quer liderar redes para dados, vídeo e voz

A Nokia Telecommunications passou a designar-se Nokia Networks, porque, tanto como desenvolver e vender telemóveis, quer reforçar a aposta na Internet e liderar em soluções de redes seguras para dados, vídeo e voz.

«Lisboa, 28 Set (Lusa) – A Nokia Telecommunications passou a designar-se Nokia Networks, porque, tanto como desenvolver e vender telemóveis, quer reforçar a aposta na Internet e liderar em soluções de redes seguras para dados, vídeo e voz. O director da Nokia Mobile Phones Portugal, Kenneth Jonsson, afirmou hoje que, mais do que vender os seus telemóveis, a empresa finlandesa quer liderar a oferta de serviços e informação, que fazem cada vez mais sentido na nova “Sociedade Móvel de Informação”. A empresa afirma estar segura de que os consumidores querem “a ligação com o mundo no seu bolso e não querem sentar-se frente a um computador”. No que toca a perspectivas de mercado, pelo menos em termos globais, Jonsson sublinhou que dos 500 milhões de telemóveis actualmente operacionais em todo o mundo, cerca de metade entro em serviço há poucos meses. A Nokia, o maior fornecedor mundial de telefones móveis e líder de redes móveis e fixas e comunicação de dados sem fios, instalou a sua subsidiária portuguesa em Janeiro de 1999, em Oeiras. Segundo a empresa finlandesa, Portugal é um dos mais dinâmicos mercados europeus de telemóveis, tem uma das mais elevadas taxas de penetração da Europa, ocupando o 5o lugar no ranking com cerca de 44 por cento, atrás da Finlândia, Noruega, Suécia e Itália, prevendo-se que no ano 2000 a taxa de penetração venha a ultrapassar os 70 por cento. Os planos de expansão da empresa no mercado português passam pelo investimento, já em 2000, nas áreas que privilegiam o contacto directo com os consumidores, quer através da expansão da rede de lojas Nokia, quer através da sua rede de pontos de assistência técnica.»