Nokia Lumia 820: primeiras impressões

Nokia Lumia 820 chegou ao Telemoveis.com no dia em que o mundo deveria ter acabado. Conheçam as nossas primeiras impressões deste Windows Phone 8.

Nokia Lumia 820: primeiras impressões

O mundo (ainda) não acabou e a prova disso é o Nokia Lumia 820 ter chegado hoje à redacção do Telemoveis.com. Este smartphone marca assim a nossa estreia com o Windows Phone 8, sobre o qual também publicaremos brevemente as nossas primeiras impressões. As questões por enquanto são muitas: até que ponto difere do Windows Phone 7? Serão as diferenças notáveis? Terão sido para melhor? Será o WP8 mais competitivo face ao Android e ao iOS? E se ainda é cedo para darmos uma opinião estruturada, o que poderemos afirmar para já é que o estilo user friendly do seu antecessor se mantém.

Mas concentremos as atenções no smartphone: há claras diferenças entre o Nokia Lumia 820 e os seus antecessores – o Nokia Lumia 800 e o Nokia Lumia 900 -, não só porque partilham um sistema operativo diferente, mas também a nível estético. E o que dizer? Gostávamos mais do look dos anteriores, já que na nossa opinião transmitiam mais elegância. O Nokia Lumia 820 apresenta um look menos premium e mais standardizado que o seu antecessor, o que significa que perdeu alguma elegância pelo caminho.

Nokia Lumia 820: primeiras impressões

A versão que nos chegou para testes foi a branca, o que talvez contribua para nos fazer sentir que estamos perante um smartphone mais plastificado. Mas se uma coisa é o visual do Lumia 820, outra totalmente diferente é a experiência de utilização – a começar pela sensação que transmite ao toque e pelo seu peso, que nos faz sentir que estamos perante uma peça resistente. Embora já não possamos afirmar com toda a certeza, à primeira vista quer-nos parecer que o Lumia 820 é mais pesado que o Nokia Lumia 800 e 900.

Estão presentes os elementos tipicamente Windows Phone, ou seja: os botões touch no painel frontal, e o botão dedicado à câmara digital. Quando ligamos o smartphone, a interface apresenta-se uma forma algo familiar, mas desta vez com uma distribuição não só mais apelativa (e ligeiramente diferente), mas também mais prática: são as Live Tiles em todo o seu esplendor.

Nokia Lumia 820: primeiras impressões

Não perdemos muito tempo até fazermos download de aplicações na Windows Phone Store (descarregámos o Facebook para Windows Phone) – foi necessário configurarmos a nossa conta Windows Live, que como já tínhamos da nossa experiência com o Windows Phone 7 nos permitiu rapidamente entrar no market e procurar aplicações. A experiência oferecida no Facebook para Windows Phone foi bastante mais agradável do que poderíamos imaginar – recordamos que a rede social de Mark zuckerberg estava profundamente integrada no antecessor do WP8, embora continuem a existir algumas limitações pouco práticas: por exemplo, quando tiramos uma fotografia não a podemos partilhar logo na rede social, o que nos obriga a aceder à aplicação, a procurar (ou tirar uma nova) imagem e só depois fazer a partilha. Para compensar, a experiência revela-se rápida e fluída, e em três tempos daremos por nós a fazê-lo com alguma frequência.

Voltaremos brevemente com uma análise mais detalhada ao Nokia Lumia 820! Até lá perguntamos: o que acham deste smartphone? Já tiveram oportunidade de o utilizar? O que acharam da experiência? Deixem-nos o vosso feedback!