NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

O Feedly foi quem mais ganhou com o fim do Google Reader

quinta-feira, 20 junho, 2013 /
O Feedly foi quem mais ganhou com o fim do Google Reader

O Feedly estreou o seu novo leitor de Feeds RSS na Cloud, que permite a importação fácil de dados directamente a partir do Google Reader, cujo fim foi anunciado pela Google para dia 1 de Julho.

O fim do Google Reader parece ter sido visto como uma janela de oportunidades: o Facebook, por exemplo, poderá ter a intenção de se estrear por estas paragens; também o Digg apresentou recentemente o seu novo serviço Digg Reader, um agregador de notícias na Web que funciona de forma semelhante ao Google Reader; e por fim o Feedly, que até à data tem sido visto como a alternativa mais popular.

Essa popularidade não é para menos: o Feedly soube jogar com os timmings e introduziu a Cloud no seu serviço, a qual facilita - e muito - a importação de dados a partir do leitor de feeds RSS da Google. Uma jogada que permitiu ao Feedly acumular 8 milhões de novos utilizadores nos últimos meses.

O Feedly foi quem mais ganhou com o fim do Google Reader

O Feedly permite importar, de uma forma fácil, os nossos dados a partir do Google Reader

No fim de Maio terão sido contabilizados 12 milhões de utilizadores do Feedly, o que se traduziu numa 'ascensão' espectacular para o serviço se tivermos em conta que, antes de Março, quando foi anunciado o fim do Google Reader', o Feedly contava com 4 milhões de utilizadores.

O Feedly já anunciou estar a preparar uma versão web que seja compatível e funcional nos principais browsers, uma forma de chegar a ainda mais utilizadores do seu leitor de feeds RSS.

3,346