Ollila de pedra e cal

Timoneiro da Nokia fica mais cinco anos ao leme.

O simultaneamente presidente do conselho de administração e director executivo da Nokia, Jorma Ollila, vai ficar mais cinco anos nos cargos, depois de ter chegado a acordo com os seus pares para a renovação do contrato até 2006, foi hoje anunciado pela firma finlandesa

Ollila, correntemente com 51 anos está na companhia desde 1985. Foi nomeado presidente em 1992 e CEO em 1999.

Figura carismática, mediante a prosecução de uma estratégia de diversificação dos modelos, de encontro a todos a todos os segmentos de mercado e com o desenvolvimento de uma logística eficente, Ollila conseguiu em 1998 fazer a Nokia ultrapassar a Motorola e ascender a número 1 dos fabricantes mundiais.

Debaixo da sua liderança, na actual conjuntura a Nokia continua, de entre a concorrência a ser o fabricante que se está a sair menos mal.