Operadoras móveis nacionais lucram menos

Resultados do primeiro semestre evidenciam tendência para a queda.

No primeiro semestre do corrente ano, no seu conjunto, as operadoras das redes móveis viram os seus lucros acumulados caírem 5% em relação a igual período do ano anterior, cifrando-se o valor nos 23,4 milhões de contos.

Não obstante a queda dos lucros efectivos, a verdade é que as receitas aumentaram para 251 milhões de contos (mais 35,6 porcento face ao período homólogo) o que, de algum modo, demonstra uma perda de eficácia.

Com melhor performance parece estar a TMN, que consegui subir as suas receitas em 44,8 porcento e os lucros em 11 porcento – para um valor total de 18,9 milhões de contos.

A Telecel, por seu lado, aumentou as receitas em 35,8% face ao período homólogo, mas os lucros caíram cerca de 3 milhões de contos. Em qualquer caso, a operadora mantém a mais elevada receita média mensal por cliente: cerca de 30 euros.

A Optimus manteve a tendência registada no mesmo período do ano passado e viu os seus lucros descerem cerca de 2,4 milhões de contos, sendo actualmente responsável por cerca de 20% das receitas do sector. De salientar que a empresa registou uma quebra da receita média por cliente bastante elevada, de 32,6 para 27,8 Euros.