Operadores de UMTS alemães partilham infra-estruturas

E-Plus e Group 3G deram o exemplo e esperam atrair mais um parceiro.

As empresas E-Plus e Group 3G, ambos operadores licenciados para operar serviços de Terceira Geração no território alemão, anunciaram a conclusão de uma parceria para partilha das infra-estruturas de rede. Simultaneamente manifestaram interesse em conseguir que um terceiro operador se lhes junte.

Segundo declarações conjuntas, «o acordo vai muito além da simples partilhas do sites das antenas» e deve incluir os cabos, transmissores e controladores de rádio. Segundo a lei alemã, os operadores não podem, no entanto, partilhar o núcleo da rede, pelo que as duas empresas não poderão levar a partilha tão longe quanto o desejado.

A E-Plus é maioritariamente participada pela KPN Telecom, incumbente holandês enquanto o Group 3G é participado conjuntamente pela Telefonica Moviles espanhola e pela Sonera finlandesa.

Os negócios já acordados pela E-Plus com a Lucent e a Ericsson não deverão, entretanto, ser afectados pelo novo acordo.

Os parceiros insinuaram também estarem a decorrer contactos com outros operadores licenciados para o UMTS no território alemã tendo em vista a extensão da partilha de meios. As possibilidades de entendimento são basicamente quatro: a MobilCom (participada da France Telecom); a T-Mobil (da Deutsche Telekom); a Mannesmann (do grupo Vodafone) e a Viag Interkom (da British Telecom).