Optimus experimenta 3G na Madeira

Huawei foi o parceiro seleccionado para a terceira geração.

A Huawei dotará a Optimus de plena capacidade UMTS para cobrir o arquipélago da Madeira, operando a nova rede em simultâneo com as plataformas GSM já existentes.

Como consequência do acordo, assinado na China pelo CEO da Sonaecom, Paulo Azevedo, e o SVP da Huawei, Zhang Shunmao, entre outros responsáveis das empresas envolvidas, a cobertura actual passará a disponibilizar aos clientes Optimus a tecnologia UMTS HSDPA que oferece ao utilizador final velocidades até 14,4 Mbps.

A Huawei tem vindo a investir fortemente na Europa, tendo recentemente criado dois centros de Desenvolvimento & Investigação na Suécia e na Holanda, focados essencialmente em serviços para o utilizador final.

Paulo Azevedo afirmou que «vemos a Huawei como um parceiro estratégico para o nosso desenvolvimento no que respeita ao UMTS» e justificou a selecção da Madeira «não só por termos a firme intenção de melhorar a nossa cobertura local, mas também porque acreditarmos que a Madeira pode ser uma excelente plataforma de teste à tecnologia que vamos usar».

Esta é considerada a segunda rede comercial UMTS construída pela Huawei na Europa. A primeira foi há cerca de seis meses com a Telfort, na Holanda. Entretanto, também operadores como a Etisalat, nos Emiratos Árabes Unidos, a SUNDAY, em Hong Kong, a Emtel, nas Maurícias, e a TM, na Malásia, escolheram a Huawei como principal parceiro. «O facto de estes operadores, parceiros da Huawei, não terem usado soluções da Huawei na sua rede 2G prova que a rede de 3G não é necessariamente dependente da rede de 2G já existente», destaca a Optimus em comunicado.