Optimus quer transparência na transição para o Euro

Até 1 de Março de 2002, a Optimus permite a todos os seus clientes familiarizarem-se com a nova moeda, possibilitando-lhes efectuar todas as operações utilizando o Euro.

A Optimus acaba de dar mais um passo no processo de conversão dos seus serviços para o Euro. A partir de agora e até 1 de Março de 2002, a Optimus permite a todos os seus clientes familiarizarem-se com a nova moeda, possibilitando-lhes efectuar todas as operações utilizando o Euro. Com efeito, a maior parte dos serviços da Optimus – desde os recarregamentos e pagamentos à visualização do saldo e emissão de facturas – utiliza já o Euro como moeda principal, apesar de até final de Fevereiro de 2002 (quando termina o período de dupla circulação) este vir sempre acompanhado pelo respectivo contravalor em escudos. Para assegurar maior exactidão e transparência neste processo, a Optimus implementou um sistema que passa pela conversão de tarifas de escudos para Euro até à terceira casa decimal, o que salvaguarda totalmente os interesses dos clientes assegurando maior rigor na conversão. No entanto, visto a lei assim o obrigar, o valor em Euro para saldos e valores a pagar será apresentado apenas com duas casas decimais. Relativamente aos meios de pagamento em Euro, os clientes Optimus podem desde já utilizar o débito directo, RSF (Lock Box), transferência bancária, correio directo, pagamento por CTT, pagamento nas Lojas e pagamentos por Multibanco. No que respeita à conversão da oferta, a Optimus garante que não serão efectuadas alterações de tarifários no âmbito do processo de transição para o Euro, mantendo-se mesmo a taxação ao segundo, utilizando o sistema de conversão até à terceira casa decimal. Estas e outras informações serão disponibilizadas oportunamente a todos os clientes da Optimus, podendo desde já ser obtidas através do 1693 ou no site da operadora na Internet – www.optimus.pt