Panasonic desiste do GSM

Por causa da concorrência e do avanço da 3G.

A decisão foi justificada pela empresa japonesa com a grande concorrência que existe no mercado e também com o avanço que se regista a nível dos terminais de 3G.

Com esta medida, a Panasonic marca o início de uma nova estratégia centrada no desenvolvimento de terminais 3G, equipados com o sistema operativo Linux.

As mudanças vão afectar significativamente as diferentes fábricas de que o colosso nipónico dispõe em vários continentes. Uma das primeiras medidas é o encerramento do centro de desenvolvimento nos EUA e da fábrica nas Filipinas, bem como o abandono do fabrico de terminais GSM na unidade da República Checa e a reconversão das instalações fabris da China e do Reino Unido para o desenvolvimento de terminais de terceira geração.