Skip to main content

Portugal Telecom vai praticar novos preços

A partir do próximo mês de Fevereiro, a Portugal Telecom vai passar a praticar novos preços.

A partir do próximo mês de Fevereiro, a Portugal Telecom vai passar a praticar novos preços, que, segundo a empresa, se traduzem numa baixa global de 4% em média, nos termos do acordo com a convenção subscrita com o Governo em 1997. Todavia, os períodos das chamadas locais aumentam 8,2%, ou seja, 70 centavos. O preço da assinatura sobe 4%, isto é, 90 escudos. A companhia vai manter o pacote económico, com descontos significativos para quem, mensalmente, gastar menos de 167 períodos. De acordo com a empresa, este programa abrange um milhão e 600 mil assinantes, sensivelmente metade dos clientes residenciais da PT. A Portugal Telecom anuncia, também, que irá passar a praticar a facturação ao segundo, já no segundo semestre deste ano, uma antiga reivindicação das associações dos consumidores. Já a partir do próximo mês, o serviço de “voice mail” (correio de voz) passa a ser gratuito. O preço da instalação telefónico manter-se-á intocado, ao passo que a Internet sofre um aumento de 2%, idêntico à taxa de inflação prevista. Quanto ao preço das chamadas regionais, vai manter-se idêntico ao do ano passo, ocorrendo as maiores descidas nas chamadas nacionais e internacionais. No que toca às primeiras, descerão 14% e as segundo terão uma diminuição de 20% a 50%, em média, atingindo nalguns casos particulares mais de 60%, fruto da concorrência agressiva das redes móveis. Na sua informação, a PT destaca que nos últimos dois anos reduziu os preços em 12%. Previsivelmente, em conformidade com a directiva europeia, que aponta para a aproximação entre custos e preços, por parte dos operadores da rede fixa, a empresa baixará as tarifas, globalmente, mais 4% no ano 2000, e mais 4% em 2001.