Portugueses compram 4,5 milhões de telemóveis

Smartphones a crescer.

Um estudo da consultora IDC relativo ao período de 2005 a 2010 aponta um crescimento médio de 7% nas vendas de equipamentos móveis, nos quais inclui os computadores portáteis.

Ora, se aos mais de 4,8 milhões de unidades totais vendidas em 2006 retirarmos os cerca de 450 mil PCs portáteis, conclui-se que os telemóveis chegaram muito perto dos 4,5 milhões de unidades vendidas no nosso País.

Dentro desse universo, o segmento dos smartphones, com vendas superiores a 400 mil unidades, é visto como o mais dinâmico.

Com efeito, os smartphones e demais telemóveis são já analisados em separado, com os primeiros a demonstrarem tendência de crescimento acima dos 50% nos próximos anos, enquanto os telemóveis mais vulgares se ficam por 1%.

Paralelamente, a IDC prevê para o período 2005-2010, em Portugal, um crescimento dos serviços móveis de dados de 10% ao ano, até representarem 20% dos gastos nas redes móveis dentro de três anos.

No entanto, esse parâmetro também apresenta variações muito diferentes: as SMS – que contam actualmente quase seis milhões de utilizadores – deverão crescer abaixo dos 5%, enquanto que a novidade da TV Móvel deverá registar um crescimento acima dos 100%.