Preço das acções da PT Multimedia fixado em 27 euros (5413 escudos)

Este valor foi hoje anunciado na Sessão Especial de Bolsa relativa à Oferta Pública Inicial de acções da PT Multimedia, que teve lugar na Bolsa de Valores de Lisboa.

«15 de Novembro de 1999 Preço final das acções fixado em 27 euros (5413 escudos); 26,19 euros (5251 escudos) por acção para Trabalhadores do Grupo PT, reflectindo o desconto de 3% no preço; OPV foi subscrita 69 vezes face à oferta final; 102 640 investidores privados adquiriram acções na OPV; Venda Institucional, doméstica e internacional, subscrita mais de 37 vezes; Oferta Global gera encaixe de cerca de 506 milhões de euros (101,4 milhões de contos), caso a opção de “greenshoe” seja exercida. O preço final das acções da PT Multimedia foi fixado em 27 euros (5413 escudos), quer na OPV, quer na Venda Institucional, tendo sido definido através do processo de open bookbuilding. Este valor foi hoje anunciado na Sessão Especial de Bolsa relativa à Oferta Pública Inicial de acções da PT Multimedia, que teve lugar na Bolsa de Valores de Lisboa. O nível de procura da parte dos investidores institucionais nesta oferta foi muito significativo, consequência do intenso programa de roadshow da empresa levado a cabo, durante três semanas, nas principais praças financeiras. Também o nível da procura na OPV atingiu níveis elevadíssimos com mais de 112 mil ordens de compra de acções da PT Multimédia. Comentando os resultados alcançados, o Presidente da PT, Murteira Nabo, salientou que o “sucesso da operação demonstra a confiança depositada pelos investidores numa empresa do Grupo PT dedicada a negócios com grande potencial de crescimento e fulcrais na sociedade moderna, reflectindo igualmente a estratégia da PT de criação de valor para os seus accionistas”. Também Eduardo Martins, presidente do Conselho de Administração da PT Multimedia, não deixou de comentar os bons resultados, destacando “a aposta inequívoca do mercado na PT Multimedia” e referindo que “os resultados desta oferta traduzem o reconhecimento, quer pelos investidores individuais, quer pelos investidores institucionais, do potencial da empresa”. Saudando os novos accionistas, Eduardo Martins assegurou que “tudo faremos no sentido de criar valor para os accionistas o que passa, desde logo, por continuarmos a oferecer aos nossos clientes produtos e serviços inovadores, de grande qualidade e fácil utilização que transformem a sua viagem para a era da economia digital numa experiência emocionante e enriquecedora”. Dirigindo-se aos Trabalhadores do Grupo PT, o presidente da PT Multimedia agradeceu a sua participação nesta operação e afirmou estar confiante da sua vontade e capacidade para “juntos prosseguirmos a construção de uma empresa líder, cada vez mais sólida e rentável”. Colocação das acções Um total de 18,750 milhões de acções, correspondendo a cerca de 23,5% do capital da empresa, será colocado no mercado se o “greenshoe” for integralmente exercido. A distribuição de acções foi realizada da seguinte forma: 4 milhões de acções disponibilizadas para a OPV; 13 045 455 acções disponibilizadas para a Venda Institucional, doméstica e internacional; Opção de colocação adicional de 1 704 545 acções (greenshoe). Trabalhadores do Grupo PT com condições preferenciais Os Trabalhadores do Grupo PT beneficiaram de um desconto de 3% relativamente ao preço de compra de acções para o público em geral. Os investidores desta tranche adquiriram 317 180 acções a 26,19 euros (5251 escudos). Coordenadores Globais Os coordenadores globais da Oferta Global são o BES Investimento, o Banco Mello de Investimentos e a Merril Lynch International.»