PRISM: como a Google diz ceder informações ao governo dos EUA

À luz dos recentes acontecimentos envolvendo a NSA – agência de segurança nacional norte-americana – e o seu acesso aos servidores da Google através do programa PRISM, a gigante dos EUA explica como cede dados ao governo dos EUA.

PRISM: como a Google diz ceder informações ao governo dos EUA

Um dos segredos mais bem guardados da Agência de Segurança Nacional dos EUA simplesmente deixou de o ser, e agora está no centro das atenções de milhões e milhões de internautas por todo o mundo. Essa polémica envolveu empresas como a Apple, o Facebook e a Google, tendo esta última cedido alguns detalhes sobre como é a informação cedida ao governo norte-americano.

Em declarações ao canal PBS, David Drummond, director do departamento legal da Google, afirmou que a empresa recorre a um sistema de transferência de dados FTP seguro sempre que a empresa recebe uma ordem judicial para cedência de dados ao governo dos EUA, não havendo acesso directo aos seus servidores.

Esta justificação surge após o The Guardian e o The Washington Post terem revelado que a NSA, através do programa de segurança PRISM, teria acesso à informação dos servidores das nove gigantes da Web.