Skip to main content

PT criou Fundação

Nova entidade arranca com 10 milhões de euros.

A intervenção da Fundação, que tem já cerca de 50 projectos em curso, abrange várias áreas, como a construção da sociedade de informação, o acesso às tecnologias de informação, o combate à info-exclusão, o apoio a cidadãos com necessidades especiais, arte e cultura ou o mecenato social, explicou Miguel Horta e Costa, presidente-executivo do grupo.

Na responsabilidade social, o gestor destacou as acções da PT junto dos cidadãos com necessidades especiais, ao promover a inclusão escolar e profissional, lembrando «o enorme impacto que essas acções têm na sociedade e na qualidade de vida das pessoas».

Nas áreas de cidadãos com necessidades especiais e mecenato social, as acções da Fundação já beneficiaram 200 mil pessoas, segundo a empresa.

A política global de responsabilidade social da PT, que transitou para a Fundação, corresponde a cerca de 10 milhões de euros por ano.

O antigo presidente da comissão-executiva da PT Multimédia, Henrique Granadeiro, lidera o conselho de administração da Fundação, que conta ainda com Norberto Fernandes, também administrador-delegado, e Luís Sousa Macedo.Os fundadores da nova entidade são a PT SGPS, a PT Comunicações, a PT Multimédia, a TMN e a PT Inovação.