PT disponibiliza centrais a concorrentes

Operadores acusam a PT de atrasar o processo de acesso directo à rede fixa.

A Portugal Telecom (PT) anunciou que está disposta a disponibilizar três das suas centrais já preparadas para o acesso directo aos novos operadores da rede de telefonia fixa. No entanto, os novos operadores, acusam a PT de estar a atrasar deliberadamente a preparação das centrais de modo a adiar todo o processo. Num relatório enviado ao Instituto das Comunicações de Portugal (ICP), a PT afirma que as centrais de Laranjeiras e Lumiar, em Lisboa, e da Foz, no Porto, estão prontas para serem ocupadas pelos novos operadores imediatamente. A PT ainda não definiu as condições e preços a cobrar pela abertura do troço local da sua infra-estrutura de rede fixa aos concorrentes, mas o ICP espera que tais aspectos sejam esclarecidos até final de Janeiro de 2001. Até porque está previsto que a liberalização dos serviços de telecomunicações de rede fixa em acesso directo, sem marcação de códigos de selecção, tenha início nesse mesmo mês.