• Início
  • Tecnologia
  • PT estabelece parceria com a IBM, CGI e CASE, na área dos Sistemas e Tecnologias de Informação

PT estabelece parceria com a IBM, CGI e CASE, na área dos Sistemas e Tecnologias de Informação

PT anuncia hoje que estabeleceu uma parceria estratégica com a IBM, a CGI e a Case, na área dos Sistemas e Tecnologias de Informação, por um período de 10 anos e no valor de mil milhões de Dólares, o maior contrato deste tipo assinado em Portugal.

Lisboa, Portugal, 3 de Novembro de 1999 – A Portugal Telecom (BVL: PTCO.IN; NYSE: PT) anuncia hoje que estabeleceu, no passado dia 29 de Outubro, uma parceria estratégica com a IBM, a CGI e a Case, na área dos Sistemas e Tecnologias de Informação, por um período de 10 anos e no valor de mil milhões de Dólares, o maior contrato deste tipo assinado em Portugal. Num ambiente de mercado em profunda mutação e com maiores exigências de especialização e competitividade, a Portugal Telecom escolheu para seus parceiros as empresas líderes nas áreas SI/TI, a IBM, CGI e CASE, visando promover o seu posicionamento no mercado das infocomunicações. O acordo envolve a constituição de duas sociedades, a PT – Sistemas de Informação («PT-SI») e a DCSI – Dados, Computadores e Soluções Informáticas («DCSI»), para as quais serão transferidas as funções de sistemas de informação na sua componente operacional de centros de processamento de dados das empresas do Grupo PT. A parceria envolverá igualmente a transferência para estas novas empresas de cerca de 500 trabalhadores da Portugal Telecom que actualmente são responsáveis por estes serviços. «Com esta parceria, a Portugal Telecom pretende consolidar o seu posicionamento na área das tecnologias de informação, como elemento determinante de suporte aos seus negócios e da sua abordagem ao mercado como fornecedor de soluções integradas e inovadoras. Paralelamente, a progressiva concentração das actividades SI/TI do Grupo PT nestas novas empresas, permitirá uma maior especialização das diversas unidades empresariais do Grupo no seu core business, ao mesmo tempo que induz uma actuação mais eficaz das suas operações na vertente SI/TI, decorrente da experiência e know how dos novos parceiros, sendo de esperar racionalizações mensuráveis», salientou Francisco Padinha, membro do Conselho de Administração da Portugal Telecom. A PT – Sistemas de Informação actuará desde já com grande prioridade no mercado do Grupo PT onde, simultaneamente, se assume como suporte de expertise no âmbito da convergência entre as tecnologias de informação e as telecomunicações, suportando a estratégia comercial da PT-Prime/Soluções Empresariais (a nova empresa do Grupo PT dedicada ao mercado empresarial), designadamente na área da integração de sistemas e das soluções end-to-end. No âmbito de um acordo de gestão estabelecido entre a PT e o consórcio, caberá a este a gestão executiva da PT-SI. A supervisão da Empresa caberá a um Conselho de Administração onde, para além da presidência, a PT irá manter a maioria de votos. A DCSI será exclusivamente constituída pela IBM e PT, cabendo-lhe a gestão de centros operacionais de processamento de dados, redes específicas e disaster recovery, entre outras actividades. Estes serviços terão carácter prioritário para o Grupo PT. A PT-SI irá começar a funcionar oficialmente no dia 15 de Janeiro de 2000. Alberto Sant’ana Godinho, nomeado pelos membros do consórcio como Administrador Delegado da PT-SI, afirmou: «Tenho colaborado com muitas empresas do Grupo PT, estando por isso familiarizado com as necessidades específicas em TI da PT. Com este conhecimento acumulado, sinto-me confiante sobre a nossa capacidade de fazer crescer a PT-SI». O Presidente da Case, Vicente Gaspar Pires, considerou que «A Case e a PT são parceiros há muitos anos. Estamos muito satisfeitos por consolidar a relação existente e por trabalhar com parceiros globais, como a CGI e a IBM, para concretizar as necessidades em TI da PT». «A Portugal Telecom é uma companhia dinâmica e de vanguarda que pretende maximizar os seus bens de uma forma inteligente, para se manter na frente dos seus concorrentes e em primeiro plano na evolução do sector. Estas duas companhias constituem sólidos parceiros, que irão contribuir para que a PT possa atingir os seus objectivos estratégicos», afirmou Jean Brassard, Presidente e Director de Operações da CGI. «A PT e a IBM têm um longo historial de parceria. A PT foi um dos primeiros clientes IBM em Portugal. Nós queremos continuar a fazer história neste novo milénio e ajudar a PT a crescer em Portugal e no Brasil através de uma transformação dinâmica das TI. Estamos também bastante empenhados em trabalhar com parceiros fortes como é o caso da CGI e da Case, para satisfazer as necessidades da PT», comentou Frank Kern, Director Geral de «Professional Services» da IBM Global Services na EMEA. A PT A PT é o maior operador nacional de Telecomunicações e Multimedia, com receitas consolidadas de exploração, nos primeiros nove meses de 1999, de 2.389 milhões de Euros. É detida em cerca de 89% por accionistas privados e oferece uma grande diversidade de serviços, desde as telecomunicações fixas e móveis à multimedia e conteúdos, das soluções para empresas ao entretenimento. É uma das maiores empresas nacionais cotada na Bolsa de Valores de Lisboa, bem como na New York Stock Exchange. No âmbito da sua política de internacionalização, a PT expandiu-se para o mercado externo, estando presente no Brasil, onde controla a maior empresa de telefonia móvel da América do Sul, assim como em Marrocos, Macau, China, Botswana, Cabo Verde, S.Tomé e Príncipe, Moçambique e Angola. Web site: http://www.telecom.pt A Case A Case é a mais importante empresa de consultoria em «Business and information Systems», com receitas de 22 milhões de Dólares em 1998, e uma estimativa de 36 milhões de Dólares para 1999. A Case tem um dos maiores crescimentos no mercado, sendo líder em Portugal. A Case expandiu uma oferta de produtos e serviços que actualmente inclui: consultoria, desenvolvimento de aplicações, implementação de ERP, armazenamento de dados, comércio electrónico, formação, planeamento de sistemas de informação, transformação organizacional, conhecimento de gestão, e «outsourcing». Com uma equipa de 200 consultores e especialistas em negócio, altamente motivados, opera em países como Portugal, Espanha, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Brasil. Web site: http://www.case.pt A CGI A CGI é a quinta maior empresa independente de Informação Tecnológica da América do Norte, e a maior no Canadá, tendo em conta as receitas de 1,6 mil milhões de Dólares Canadianos. As ordens de encomendas são aproximadamente de 7,5 mil milhões de Dólares Canadianos, tendo actualmente propostas para potenciais contratos de 4 mil milhões de Dólares Canadianos. A CGI opera na Europa sob o nome de Certis. A CGI tem 10.000 profissionais a trabalhar em serviços IT «end-to-end» para 2.500 clientes no Canadá, Estados Unidos e em 23 países espalhados pelo mundo. As acções da CGI estão cotadas na New York Stock Exchange (GIB), bem como nas bolsas de Toronto e Montreal (GIB.A), estando incluídas na Toronto Stock Exchange TSE 100 Composite e nos índices TSE 100. Web Site: http://www.cgi.ca A IBM Gobal Services A IBM Global Services é o maior fornecedor de serviços em TI do mundo, com receitas de 29 mil milhões de Dólares em 1998. Os serviços constituem a componente de maior crescimento da IBM, com mais de 136.000 profissionais, servindo 160 países. A IBM Global Services integra a parte da IBM com maior capacidade de alcance – serviços, hardware, software e investigação – para ajudar empresas de todas as dimensões a conhecerem o verdadeiro potencial da informação tecnológica. Web Site: http://www.ibm.com/services»