Qual é mais vulnerável: o Apple iPhone ou o Android?

Um estudo recente vem dizer-nos que o Apple iPhone é mais vulnerável a ataques do que o seu concorrente Android, ou até mesmo o Windows Phone e o BlackBerry.

Entre o iPhone e o Android, o senso comum sempre apresentou alguma tendência para apresentar a plataforma da Apple como sendo a mais segura, o que talvez não seja verdade – segundo a SourceFire, que recentemente divulgou os resultados de um estudo acerca das vulnerabilidades das diferentes plataformas contra ataques informáticos, o Apple iPhone será provavelmente o mais vulnerável.

A vasta maioria das vulnerabilidades descobertas em smartphones até à data foram encontradas nos iPhones da fabricante da maçã – foram identificadas cerca de 210 vulnerabilidades ao todo, concedendo ao iOS um share de 81% no plano de todas as vulnerabilidades conhecidas dentro segmento dos smartphones. Em termos comparativos o Android, o Windows Phone e os vários dispositivos BlackBerry, combinados, somam os restantes 19% da quota.

Qual é o mais vulnerável: o Apple iPhone ou o Android?

Para Yves Younan, engenheiro da equipa de investigação de vulnerabilidades da SourceFire e autor do estudo, os resultados foram ‘surpreendentes‘ e ao mesmo tempo ‘interessantes‘, especialmente se tivermos em conta que a Apple tem vindo a acrescentar mais funcionalidades relativas a segurança nas novas versões do iOS.

Por outro lado, apesar do facto do Android ter uma quota de mercado superior, o iPhone continua a ser um dos dispositivos únicos mais populares por entre os consumidores e os cibercriminosos. Segundo Younan, devido ao facto do Android ser uma plataforma aberta e relativamente vulnerável, os cibercriminosos têm menos motivação para procurarem vulnerabilidades no seu software. Os resultados, contudo, não parecem impedir que os utilizadores do iPhone sejam geralmente mais felizes que os utilizadores do Android.

Concordam? Sentem-se seguros com a plataforma que utilizam? Digam-nos qual é!