Samsung SGH-N400, elegância Pininfarina

Uma antena que recolhe automaticamente, mensagens de atendimento personalizadas, ecrã de elevada resolução e design italiano são alguns dos trunfos deste modelo Samsung.

O SGH-N400 permite intuir as razões pelas quais a Samsung ascendeu recentemente ao posto de quarta maior fabricante mundial de terminais móveis. Trata-se de um modelo dirigido ao segmento médio-alto a alto (à venda entre nós por cerca de 80 mil escudos) que ostenta alguns trunfos de que se destacam desde logo o design italiano de Pininfarina e uma original antena motorizada que automaticamente se distende e retrai.  SGH-N400

Um joystick e um visor de elevada resolução (128 por 128 pixéis e 8 linhas de texto), completo com um led de tom azul e quatro níveis de cinzento coroam o requinte.

Do ponto de vista funcional os menus são extremamente completos e versáteis sendo especialmente de notar a possibilidade de gravar mensagens de atendimento personalizadas de até 35 segundos no próprio telefone – que por sinal já trás duas pré-gravadas. Esta opção é valiosa pela sua flexibilidade: ao invés de ter uma mensagem imutável pré-gravada no serviço de voice-mail providenciado pelo operador o utilizador pode adequar o atendimento às circunstâncias do momento. Quantos de nós, muitas vezes não sentimos já essa necessidade? Simplesmente o procedimento de alteração da mensagem no voice mail era demasiado complexo. Agora esse problema está resolvido.

Um “menu rápido” personalizável permite escolher as funções mais usadas a partir de ícones constantes no ecrã inicial.

No tocante ao mobile fun a escolha recai sobre mais de quarenta melodias pré-fornecidas com a possibilidade vezeira do utilizador compor ele próprio os sons da sua predilecção e sobre quatro jogos – estes últimos quanto a nós de excessiva complexidade.

SGH-N400 Outro elemento interessante é a marcação por voz, susceptível, por exemplo de ser activada mediante a mera abertura da tampa frontal… Uma funcionalidade aparentemente redundante mas que após algum uso se revela extremamente útil.

SGH-N400 De um ponto de vista técnico saliente-se que, a nível sonoro, a “triple rate” (EFR+FR+HR) e a dual band são naturalmente eficientes, correspondendo inteiramente às expectativas. A duração da bateria com tempos de espera até 120 horas e em chamada entre as duas horas e meia e as três horas corresponde a valores médios para a classe.

O sistema de inserção do cartão SIM é dos mais sólidos que já vimos e para esse efeito, aliás, todo o modelo aparenta durabilidade.

Um botão lateral garante acesso directo ao browser WAP integrado. Contudo, é de notar que o telefone não dispõe de porta de infra-vermelhos pelo que a comunicação de dados com um computador, mormente portátil, está posta de parte. Sente-se falta dela embora não se estranhe a sua ausência num modelo que não está dotado de GPRS. Já não se volta a entender se pensarmos que o SGH-N400 vem uma agenda completa (escrever tarefas, consultar calendário, ver as horas em diversos locais do mundo..) que assim se não pode sincronizar com dados exteriores – por exemplo com o Outlook.

O modelo facultado pela Samsung ao Telemoveis.com vinha com um auricular sendo ainda de salientar que a assistência técnica prestada aos telemóveis Samsung é grantida pela AEG Portuguesa.

Desiderato

O Samsung SGH-N400 é um modelo eficiente com um conjunto de características inovadoras a que, a nosso ver, só falta mesmo a tecnologia GPRS e uma complementar porta de infra-vermelhos (e ou bluetooth) para ser um must. Não deverá, não obstante, desiludir quem o compre pela solidez e valor estético, pese embora, para alguns gostos, ser ligeiramente longo.

Obs: Recordamos os leitores da possibilidade de clicarem no item “características” (menu acima) acedendo assim aos detalhes técnicos do telefone (incluindo as medidas).