Skip to main content

Serviço móvel passou 11 milhões

Números nacionais rem Setembro.

No final de Setembro, existiam em Portugal 11,1 milhões de assinantes do serviço telefónico móvel, o que representa um aumento de 3,9% face ao trimestre anterior e de 10% face ao período homólogo.

Os cartões pré-pagos representam 81,4% do total de assinantes e foram os que mais contribuíram para o crescimento do serviço, já que aumentaram 4,3% no trimestre em análise. O crescimento verificado está relacionado com o aparecimento das ofertas UZO, Vodafone Directo e Rede4.

Com o aumento do número de utilizadores, a taxa de penetração do serviço ascendeu a 105,8%, continuando acima da média da UE, que era de 93,9% no mesmo período.

De acordo com um inquérito ao consumo dos serviços móveis promovido pela Anacom e realizado em Junho deste ano, 73,5% dos residentes em Portugal eram clientes do serviço móvel terrestre.

No terceiro trimestre, os clientes do serviço móvel realizaram cerca de 1,69 mil milhões de chamadas, mais 4,8% do que no trimestre anterior e mais 10,7% do que no trimestre homólogo do ano anterior. No mesmo período, os utilizadores de telefones móveis receberam 1,7 mil milhões de chamadas, mais 3,5% que no trimestre anterior e mais 10% que no período homólogo.

As chamadas fixo-móvel registaram uma variação negativa, em queda de 2,3% face ao trimestre anterior. O número de minutos de conversação nas redes móveis aumentou 5,4% em relação ao trimestre anterior, ultrapassando os três mil milhões de minutos.

No terceiro trimestre, registou-se um aumento muito significativo do número de mensagens escritas enviadas, atingindo 1,54 mil milhões de SMS, o que traduz um aumento de 116,7% face ao trimestre anterior. Este nível de crescimento, que em termos homólogos é de 140%, deve-se às campanhas promocionais dos operadores móveis para incentivarem a utilização deste serviço. O número médio de SMS enviado por cliente passou de 22 para 46.