NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Assassinato previsto num SMS

Assassinato previsto num SMS

quinta-feira, 13 maio, 2004 /
Uma mulher britânica previu o seu assassinato num SMS, que serviu como prova de acusação no julgamento contra o autor do crime. Segundo o jornal Telegraph, a mensagem continha o texto «20 de março 03, segunda vez em 2 dias que o Howard ameaçou cravar-me uma faca, estrangular-me empurrar-me até à cozinha. Afirmou que diria que foi em legítima defesa.» Esta mensagem, que não foi enviada a ninguém, foi recuperada pela polícia. Vinte minutos antes da sua muerte, a senhora Sheppard ligou angustiada à polícia, mas a chamada foi interrompida repentinamente pela chegada do seu ex-marido. O juiz Michael Brodick condenou Howard Woodin a prisão perpétua pelo assassinato da sua ex-mulher.
3,026