NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Candidatos precisam-se

Candidatos precisam-se

segunda-feira, 17 dezembro, 2001 /
Candidatos precisam-se O governo francês quer candidatos às duas licenças UMTS que faltam atribuir. Se aparecerem...é milagre. Mesmo com a redução substancial do valor a pagar pela licença (desceu de 4,95 mil milhões para 619 milhões de euros) e com o aumento da concessão de 15 para 20 anos, o governo francês parece não conseguir cativar empresas de telecomunicações para o sistema de terceira geração. Apesar do potencial mercado, a França tem apenas três operadoras para GSM (tantas como Portugal) e apenas duas delas foram a concurso na primeira fase de atribuição para licenças UMTS. Foram elas a Orange, da France Telecom, e a SFR, da Vivendi Universal. E assim se ficou o cenário 3G em França. Numa última tentativa, o governo francês espera agora entregar as duas licenças que faltam. Mas o panorama não é dos mais animadores e não seria de admirar se as licenças ficassem exactamente onde estão. As notícias relacionadas com o sistema UMTS na Europa não são nada positivas e, mesmo com a baixa do preço e o prolongamento do prazo de concessão, será difícil atrair investidores a esta área.
2,672