NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Facebook: a rede social mais stressante mas também a mais positiva

Facebook: a rede social mais stressante mas também a mais positiva

domingo, 03 fevereiro, 2013 /
Facebook: a rede social mais stressante mas também a mais positiva

Facebook é a rede social mais stressante do mundo mas também a mais positiva. Paradoxal?

Facebook: a rede social mais stressante mas também a mais positiva

De acordo com um estudo realizado nos EUA, o Facebook é a rede social que mais stress causa aos seus utilizadores. Por outro lado, e contraditoriamente, parece ser também a que mais efeitos positivos causa na disposição dos utilizadores. O estudo, da autoria da Rebtel, baseou-se num inquérito realizado a 1632 norte-americanos adultos acerca dos efeitos que as redes sociais tinham neles.

O cenário foi, à sua maneira, clássico: 'impossível viver com elas/impossível viver sem elas', o que se traduziu em 20% dos inquiridos considerarem que a 'menina dos olhos' de Mark Zuckerberg é a rede social com os efeitos mais negativos na sua disposição, ao mesmo tempo que outros 20% terão referido que o Facebook é a rede social que mais lhes causa stress. Por outro lado, metade dos inquiridos terão respondido que o Facebook também é a rede social com os efeitos mais positivos na sua disposição.

A explicação? É um facto que o Facebook está cada vez mais presente nas nossas vidas e reflecte a experiência de vida de muitos dos seus utilizadores: os amigos tanto podem chatear e deixá-los tristes como também os podem fazer felizes. A título de curiosidade 45% dos inquiridos referiu nõ gostar de serem incluídos nos updates criados por outros utilizadores em check-ins e dados de localização. Desses 40%, 70% terão referido que o motivo é o de não divulgarem a sua localização.

2,805