NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Namorada permanente no telemóvel

Namorada permanente no telemóvel

terça-feira, 24 agosto, 2004 /
Os corações solitários já podem ter uma namorada virtual. A «electronic love interest», da companhia Artificial Life, Inc., terá a forma de uma figura animada num ecrã de telemóvel. Porém, como uma qualquer rival de carne e osso, exigirá muita atenção e mesmo flores e diamantes virtuais.

As prendas farão com que a «relação» passe de um nível ao seguinte e, embora tudo aconteça ao nível de um frio jogo tecnológico, os utilizadores terão de pagar pelos presentes. Assim, quem for cliente do serviço poderá enviar mensagens de texto à companheira virtual, que lhe responderá por voz, explicou Ada Fong, da American Life.

«Se não for mimada, ficará triste e deixará de falar», avisou, salientando no entanto que a namorada se destina a «todas as idades» e não admite «interacções de natureza sexual».

A empresa de Hong Kong prevê lançar no princípio do próximo ano um «namorado virtual», o equivalente masculino deste jogo cujo conceito é semelhante ao do popular Tamagotchi da japonesa Bandai Co., disse a porta-voz.

A Artificial Life quer lançar este serviço em inglês, japonês e coreano em finais de Novembro, mas nenhum operador de telemóveis 3G aceitou ainda propô-lo aos clientes.
2,935