NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Telemoveis vão acabar com as «baldas» no liceu?

Telemoveis vão acabar com as «baldas» no liceu?

quinta-feira, 07 junho, 2001 /
Algumas escolas inglesas decidiram aproveitar a febre das comunicações móveis, para implementar um inovador sistema de combate às faltas. Algumas escolas inglesas decidiram aproveitar a febre das comunicações móveis que varreu a Europa, para implementar um inovador sistema de combate às faltas. Para os alunos de algumas escolas de Leicester e Londres, é agora quase impossível continuar a "gazetar", já que a escola seguramente enviará mensagens escritas aos seus encarregados de educação, denunciando a ausência. O sistema está condicionado à posse de uma aparelho pelo encarregado de educação, o que não constitui entrave de maior, já que se calcula que cerca de 70% deles possuam telemóvel. As autoridades educativas inglesas continuam a equacionar a possibilidade de alargar este programa anti-absentismo a todo o país. Da parte dos encarregados de educação a receptividade tem sido positiva. Na prática, o método revela-se bastante simples. Quando a manhã de aulas chega ao fim, os professores, munidos dos registos de faltas dos alunos, abrem no computador a lista de nomes dos estudantes faltosos, e com um simples clique accionam uma mensagem escrita pré-gravada, que denuncia a sua não-comparência às aulas. Além do combate às faltas, o programa permite ainda marcar trabalhos de casa e enviar as notas, quase em tempo real. Cuidem-se os alunos portugueses mais adeptos das "baldas". É que a ter em conta a taxa de telemóveis por habitante no nosso país, que tanto gosta de seguir as "modas" do resto da Europa, não admira que mais cedo ou mais tarde, as novas tecnologias estejam a combater as faltas nas nossas escolas.
3,165
Tags
SMS