NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Telemóvel ao volante faz-nos velhos

Telemóvel ao volante faz-nos velhos

sexta-feira, 04 fevereiro, 2005 /
Estudo mostra que condutores ficam com reacções mais lentas. Mesmo quando usam equipamentos de alta-voz e kits mãos-livres, os condutores jovens que normalmente têm os reflexos mais rápidos conduzem como pessoas de 70 anos, constatou a equipa de investigadores da Universidade do Utah.

«Se quer envelhecer rapidamente, fale ao telemóvel enquanto conduz», advertiu Frank Drews, professor assistente de Psicologia envolvido no estudo. E David Strayer, professor de Psicologia e coordenador do projeto, que desde há vários anos desenvolve estudos nesta área, explicou que «se pusermos ao volante uma pessoa de 20 anos com um telemóvel, o tempo de reacção dela equivale ao de um condutor de 70 anos que não esteja a falar ao telemóvel».

Num artigo publicado pela revista científica «Human Factors», a equipa de David Strayer revelou ter testado pessoas entre os 65 e os 74 anos em comparação com condutores de 18 a 25 anos. Testes preliminares mostram que pessoas mais velhas reagem mais lentamente no processamento de informações, uma tendência normal e esperada. Depois, os voluntários, foram testados num simulador equipado com instrumentos de painel de automóvel, um volante e pedais de acelerador e travão, enquadrados por três ecrãs mostrando cenas de vias-rápidas e trânsito. Uma imagem mostrava o carro da frente a travar repetidamente.

Cada voluntário guiava por quatro percursos simulados de 16 quilómetros numa via-rápida, durante cerca de 10 minutos cada, falando com um participante da investigação através do telemóvel durante metade dos percursos e em silêncio na outra metade.

Os condutores mais velhos demoram mais para reagir à travagem do carro da frente, tendem a travar duas vezes, demoram mais a retomar velocidade e mantêm uma distância maior do veículo da frente. Mas o uso do telemóvel fez com que os idosos conduzissem ainda pior e que os condutores mais jovens guiassem como idosos.
3,597