NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
TMN teve resultado Líquido de 17,0 milhões de contos no 1º semestre de 2000

TMN teve resultado Líquido de 17,0 milhões de contos no 1º semestre de 2000

domingo, 30 julho, 2000 /
TMN teve resultado Líquido de 17,0 milhões de contos no 1º semestre de 2000 A TMN vê reforçada, no primeiro semestre do ano, a sua posição de liderança no mercado das telecomunicações móveis em Portugal ao atingir os 2.334.025 clientes. «- Número de clientes atinge 2 334 025, aumentando 37% no último ano - Resultado líquido de 17 milhões de contos, um crescimento de 66% - Proveitos de Serviço de 78,8 milhões de contos, um aumento de 49% no último ano - «Cash Flow Operacional» cresce 60% num ano, situando-se em 35,5 milhões de contos. - Investimento chega a cerca de 23 milhões de contos A TMN vê reforçada, no primeiro semestre do ano, a sua posição de liderança no mercado das telecomunicações móveis em Portugal, ao registar um Resultado Líquido de 17 milhões de contos (84,7 MEuros), valor que representa um crescimento de 66% face a período homólogo no ano anterior, e ao atingir os 2.334.025 clientes. O bom desempenho dos proveitos operacionais, 94,9 milhões de contos (473,5 MEuros), deve-se, em primeira instância, ao crescimento dos proveitos de serviço, que se cifraram em 78,8 milhões de contos (393,1 MEuros) no 1º semestre de 2000. A TMN vê assim reforçada a sua liderança no mercado de telecomunicações móveis em Portugal, em termos de proveitos. O crescimento do número de clientes nos últimos 12 meses, 627.002 novos clientes, e o acréscimo da utilização média do consumo por cartão (minutos) na ordem dos 10%, no mesmo período, justificam a boa performance registada. O lançamento de novos produtos e serviços, adequados às necessidades de mercado, e a crescente adesão e fidelização dos clientes aos Planos de Preços e Pacotes de Minutos, permitiram a ampliação do número de clientes TMN em mais 219 346 só desde Janeiro deste ano. A estratégia de crescimento sistemático da TMN tem sido acompanhada por um crescimento do proveito médio por cartão/mês (ARPU), o qual se cifrou em 5.926 escudos (29,6 Euros) no primeiro semestre de 2000, um aumento de 5,5% relativamente a igual período do ano passado. A diversificação de serviços teve também um impacto positivo, decorrente do lançamento do WAP (TMNnet) e do serviço fixo 1096, bem como a intensificação da utilização do SMS. No semestre em análise, registou-se um número médio mensal de 10 mensagens por cliente. O peso do consumo destes serviços, no total dos proveitos de serviço, foi de cerca de 3%, em termos médios no semestre. O TMNnet permite o acesso ao portal sapoTMN.net, concebido em parceria com a PT Multimédia, no qual se encontram conteúdos seleccionados do SAPO, o portal líder do mercado português e outros conteúdos diversos. O Resultado Líquido obtido, resulta do bom desempenho dos proveitos e, em simultâneo, da gestão criteriosa dos custos operacionais, e que veio a traduzir-se num decréscimo do Cash Cost per User (CCPU), de cerca de 1,5% no último ano. No mesmo sentido, o custo de aquisição (SAC) diminuiu cerca de 14%, valor que em Junho rondava os 14,5 mil escudos (72,1 Euros). É prioridade da TMN proporcionar aos seus clientes a realização de comunicações com qualidade. Nesse sentido, a TMN investiu nestes primeiros 6 meses do ano cerca de 23 milhões de contos (114,5 MEuros) que se destinaram sobretudo à ampliação das infra-estruturas de rede e melhoria da qualidade de serviço, sendo uma parte significativa dedicada aos novos serviços. Iriarte Esteves, presidente da Comissão Executiva da TMN, afirma: «A forma como nos relacionamos com cada um dos nossos clientes, constitui um dos aspectos mais determinantes da actividade da empresa e é, sem margem para qualquer dúvida, motivo suficiente para que se empreende um esforço contínuo de melhoria de todos os processos inerentes à disponibilização do serviço que prestamos.» Neste sentido a TMN desenvolveu, ao longo dos últimos meses, o trabalho preparatório necessário para, a 31 de Maio de 2000, ter sido certificada pela APCER, segundo a norma EN ISO 9001- Sistemas de Qualidade-no âmbito do modelo de garantia de qualidade para a concepção, produção, instalação e assistência pós-venda, tornando-se no único operador do serviço de telecomunicações móveis em Portugal, a ter a sua actividade certificada. A certificação do sistema da qualidade propicia vantagens ao nível da melhoria da organização e da disciplina.»
2,571
Tags
TMN