NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Transmissores móveis 3G emitem níveis baixos de radiação

Transmissores móveis 3G emitem níveis baixos de radiação

quarta-feira, 14 janeiro, 2004 /
Transmissores móveis 3G emitem níveis baixos de radiação É esta a conclusão da informação ao consumidor posta a circular pelo regulador australiano e por uma agência que se ocupa com as questões de segurança em relação à radiação e energia nuclear. O presidente da ACA, Dr. Robert Horton, afirmou que a informação se destina a esclarecer o público acerca dos efeitos das radiações electromagnéticas (EMR), produzida pelos transmissores 3G, nos seres humanos, acrescentando ainda que o folheto foca também o que está a ser feito para proteger os australianos, nomeadamente a regulamentação das emissões. Horton referiu ainda que os níveis de radiação produzida pelos transmissores 3G é considerada baixa, rondando em média os 3 watts, o que é significativamente menor do que os níveis atingidos pelos transmissores utilizados em táxis e serviços de emergência. Com a tecnologia UMTS, os terminais 3G operam com o mínimo de energia necessária para se efectuar uma boa comunicação, sendo que os níveis de energia são geralmente menores do que nos sistemas GSM e CDMA. A ACA introduziu recentemente novos limites para a exposição humana às radiações electromagnéticas (EMR), limites esses baseados no standard desenvolvido pela ARPANSA. De referir que os limites tem margens de segurança consideráveis e que estão bastante abaixo dos níveis de emissão que se provou serem nocivos para a saúde.
4,723