Sonae perde 1275 milhões

Sessão bolsista pós-OPA falhada.

Só ontem, os títulos da Sonaecom afundaram 16,5%, acumulando as perdas desde o máximo de sete anos atingido em meados do mês passado, quando a convicção na vitória estava no seu auge, em -43%.

Esta desvalorização traduz-se numa perda real do valor da Sonaecom em Bolsa de 1275 milhões de euros, segundo refere o «Diário de Notícias».

Mas o saldo da ofensiva à PT é positivo: desde Fevereiro do ano passado, a empresa liderada por Paulo Azevedo vale mais 244 milhões de euros líquidos (descontando o impacto do aumento de capital entretanto realizado).

Os títulos da Sonaecom terminaram o dia de ontem a valer 4,61 euros, muito longe dos 8,09 euros atingidos a 16 de Fevereiro, quando o mercado acreditava fortemente no sucesso da OPA.

No entanto, o fecho de ontem ficou 30% acima dos 3,53 euros registados antes do anúncio da operação. E, segundo os analistas, a Sonaecom não deverá sofrer muito mais com a «morte» da sua iniciativa.

Por seu lado, a Portugal Telecom encerrou ontem no vermelho, com uma desvalorização de 3,03 % que deixou cada acção a valer 9,60 euros.

Na sessão de hoje, a Sonae SGPS abriu a 1.58 e vai já a ganhar 6,41%, a Sonaecom abriu a 4.65 e ganha 4,34%, a PT SGPS abriu a 9.7 e ganha 0,21% e a PTM abriu a 11 e sobe 1,37%.