NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
APDC anuncia 12º Congresso das Comunicações

APDC anuncia 12º Congresso das Comunicações

quarta-feira, 09 outubro, 2002 /
Volta à mesa de debate a evolução das TMT no maior evento nacional do sector. O evento, que decorre anualmente sob a chancela da APDC, conta com a presidência de António Lobo Xavier e reúne os principais protagonistas do sector em três dias de debate sobre o panorama das TMT em Portugal e as perspectivas de evolução de um sector que atravessa, neste momento, importantes alterações de fundo. "O arranque da terceira geração móvel, a televisão digital terrestre e a afirmação da sociedade da informação continuam a ser algumas das questões incontornáveis deste Congresso da APDC. Com a aproximação do fim de mais um ano de trabalho, creio que este é o momento oportuno e o local certo para fazer um balanço retrospectivo e, ao mesmo tempo, o reajuste das expectativas para o sector das TMT", comentou António Lobo Xavier, Presidente do 12º Congresso das Comunicações. O contexto de recessão económica e o consequente risco acrescido como natural condicionante do investimento, bem como as questões do novo contexto regulatório obrigam a definir e reenquadrar posicionamentos face ao mercado. Paralelamente a estes temas, que suscitam algumas das mais apaixonadas discussões, estará também aberto o debate em torno do advento do UMTS, da expansão da banda larga, da televisão digital terrestre e dos novos modelos de negócios associados às TMT e a todos os sectores económicos que são transversalmente afectados pela evolução do sector. Uma das grandes novidades deste 12º Congresso é a apresentação das principais conclusões de um estudo conjunto da APDC, AT Kearney e Obercom, que decorrerá durante a Sessão de Abertura do Congresso. A equipa de estudo reuniu-se com o objectivo de avaliar a importância do sector para o desenvolvimento económico e social de Portugal, o próprio desenvolvimento do sector no contexto nacional e as perspectivas futuras e suas implicações para os principais agentes socio-económicos.
3,003