NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Brasil mantém cobrança por impulsos

Brasil mantém cobrança por impulsos

sexta-feira, 24 fevereiro, 2006 /
Passagem a minutos foi adiada. A implementação do novo sistema estava prevista para ocorrer a partir de 1 de Março mas, de acordo com o governante, decisão do adiamento foi tomada em conjunto com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para evitar perdas ao consumidor.

O ministro brasileiro apontou que os consumidores que fazem ligações com mais de três minutos de duração seriam prejudicados com a mudança, a qual iria também aumentar «em 100%» os custos para os utilizadores de Internet em regime de dial-up. «A nossa defesa é a do consumidor. Não podemos imaginá-lo sendo prejudicado», afirmou.
2,187