NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Clix oferece ADSL a 16 Mbps

Clix oferece ADSL a 16 Mbps

quinta-feira, 14 abril, 2005 /
Operador reposiciona-se no mercado residencial. Após ter apresentado, há pouco mais de seis meses, serviços de acesso à Internet em ADSL a velocidades entre 2 Mbps e 8 Mbps, desde 22,5 euros/mês, e eliminando os 15 euros de assinatura telefónica, «o Clix volta a inovar, assumindo-se, cada vez mais, como o motor de desenvolvimento deste negócio em Portugal e nos mercados internacionais como benchmark», aponta o operador em comunicado.

Paralelamente, o operador da Sonaecom apresenta-se aos portugueses com um novo posicionamento. Após a sua entrada no mercado nacional enquanto provedor de Internet, a empresa suspendeu durante um período a oferta de banda larga, «dadas as condicionantes adversas impostas pelo operador incumbente e permitidas pela regulação». Após «um período de reflexão e de reorientação estratégica», o Clix diz que «regressa mais ´adulto`, ainda mais forte e disposto a ser o motor de desenvolvimento do mercado de acesso à Internet na verdadeira banda larga».

A nova modalidade do acesso 16Mbps compreende ainda 80 GB de tráfego incluído (após ultrapassado este volume, cada 100 kbps terão um custo acrescido de 0,0015 euros), velocidade de upload de 512 kbps, tempo de ligação ilimitado, 100 MB de espaço de mail e 150 MB para alojamento de página pessoal na Internet. O custo de activação do serviço, incluindo modem, é de 25 euros, sendo a activação gratuita para os clientes que já possuírem modem.

A oferta de acesso 16 Mbps do Clix inclui ainda serviços de voz «a um custo nunca superior ao da Portugal Telecom, sem qualquer mensalidade e que permite deixar de pagar os 15 euros da assinatura telefónica do incumbente», com a possibilidade de manter o mesmo número de telefone.

Segundo o Clix, o seu acesso 16Mbps significa para Portugal a entrada numa nova geração de acesso à Internet através de banda larga e só é possível devido aos fortes investimentos da empresa em infra-estruturas próprias que, neste momento, já ultrapassam os 100 milhões de euros.

Entretanto, para assinalar o seu reposicionamento, o Clix arrancou ontem com uma nova campanha multimeios. Concebida sob o slogan «Grandes Ideias fazem Clix», foi concebida pela DDB e teve como director criativo Jorge Teixeira. A nova campanha utiliza como suportes a televisão, imprensa, multibanco e exterior, sendo a comunicação complementada ainda por acções de visibilidade nos pontos de venda.
3,325