NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Correio não solicitado custa dois mil milhões de contos/ano

Correio não solicitado custa dois mil milhões de contos/ano

sexta-feira, 02 fevereiro, 2001 /
Os utilizadores da Internet pagam globalmente cerca de dois mil milhões de contos anuais em custos de ligação só para receber correio electrónico não solicitado. Bruxelas, 02 Fev (Lusa) - Os utilizadores da Internet pagam globalmente cerca de dois mil milhões de contos anuais em custos de ligação só para receber correio electrónico não solicitado, revela hoje um estudo realizado pela Comissão Europeia. 

As mensagens não solicitadas na Internet (o "junk e-mail") têm vindo a registar nos últimos anos um "crescimento exponencial", refere um comunicado assinado pelo Comissário europeu para o Mercado Interno, Frits Bolkestein. 

"A tecnologia actual permite a uma só empresa de marketing enviar, por dia, meio milhão de mensagens publicitárias personalizadas através da Internet", indica Bolkestein. 

Segundo o Comissário, "informações relativas ao consumidor podem ser vendidas por somas consideráveis e muitos subscritores individuais não estão conscientes da amplitude das implicações desta actividade".
O estudo centrou-se nas mensagens abusivas na União Europeia e nos Estados Unidos, mas é neste último país que o fenómeno do marketing por correio electrónico está mais desenvolvido.

A Comissão Europeia encomendou este estudo para avaliar a implementação nos Quinze de duas directivas comunitárias sobre protecção de dados.

Artigo relacionado:

SMS: A futura invasão de mensagens não solicitadas

2,409