NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Informática: Desempenho dos computadores duplica todos os 18 meses

Informática: Desempenho dos computadores duplica todos os 18 meses

sexta-feira, 15 outubro, 1999 /
O desempenho dos processadores duplica a cada 18 meses, desencadeando um desenvolvimento idêntico, igualmente não linear, do mundo Internet e do Comércio Electrónico, afirmou hoje um quadro de um fabricante norte-americano de hardware. «Lisboa, 14 Out (Lusa) - O desempenho dos processadores (os «cérebros» dos computadores) duplica a cada 18 meses, desencadeando um desenvolvimento idêntico, igualmente não linear, do mundo Internet e do Comércio Electrónico, afirmou hoje um quadro de um fabricante norte-americano de hardware. Segundo Robert Eckelmann, da Intel Corporation, o crescimento do número de utilizadores da Internet permite antever que em 2001 o Comércio Electrónico global apresente valores da ordem do milhão de milhões de dólares. Eckelmann adiantou que a Intel disponibilizará dentro de dias uma velocidade de 700 Mhz para os seus processadores Pentium III. Trata-se de tecnologia que aproxima progressivamente os consumidores dos caminhos da Internet e do Comércio Electrónico, um espaço global em que consumidores contratam (clicam) bens e serviços com preços listados num ambiente de bolsa de valores e vendedores encaixam, entre outros, os benefícios decorrentes do fim dos antigos processos burocráticos envolvidos no processo de vendas. A Intel Corporation anunciou que nos quatro meses finais do ano económico nos Estados Unidos realizou lucros da ordem dos 7,3 mil milhões de dólares, mais 9 por cento que no período homólogo de 1998. Apesar de os Estados Unidos se encontrarem na vanguarda da expansão da Sociedade da Informação e do Comércio Electrónico, um estudo sobre a evolução deste processo na Europa revela um crescimento exponencial de consumidores a fazerem compras em lojas virtuais europeias. Segundo o estudo, encomendado pela Europay International (companhia líder em sistemas de pagamento na Europa) à empresa Jupiter Communications, sobre a evolução do Comércio Electrónico na Europa, cerca de 15 por cento dos cidadãos europeus já compram "on-line". Em 1997 apenas 5 por cento o faziam. Trata-se de uma evolução importante se tivermos em conta que estamos a falar de um sector que movimenta hoje 1,5 mil milhões de euros no espaço da Europa Ocidental, prevendo-se que venha a envolver 18,6 mil milhões de euros em 2003. A Jupiter Comunications prevê que, em 2003, 11,6 por cento do total da população europeia (40,2 milhões de pessoas) farão compras "on line", o que irá tornar a Internet num dos mais poderosos canais de compra a retalho alguma vez criados. No final de 1998, existiam no ocidente europeu 14 milhões de lares com ligação à Internet (9 por cento do total). Em 2003, espera-se que estes valores ultrapassem o triplo, atingindo os 47 milhões, o que corresponderá a uma penetração de 31 por cento.»
2,801