NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
ONI defende descida para lacete local

ONI defende descida para lacete local

terça-feira, 05 junho, 2001 /
Para o operador, o projecto do ICP apresenta "algumas ambiguidades". Depois de o Instituto das Comunicações de Portugal ter ontem anunciado a intenção de fixar em 2398 e 2762 escudos, os valores respectivamente das linhas de banda estreita e banda larga, a ONI vem defender preços mais baixos para o lacete local. A operadora considera que neste aspecto o projecto do ICP apresenta "algumas ambiguidades". A ONI defende que os valores de aluguer das linhas sejam fixados de acordo com os valores mais baixos da União Europeia. O projecto do ICP está em fase final de apreciação apresentando valoes que a ONI considera não reunirem as condições para que se possa recuperar de atrasos. Entretanto, a operadora enviou para o ICP um comentário no qual se interroga sobre a diferença dos preços das duas bandas (estreita e larga) e sobre os preços do aluguer de espaços nas centrais telefónicas da Portugal Telecom.
2,713
Tags
Oni