NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
SMS podem alterar para catástrofe eminente

SMS podem alterar para catástrofe eminente

quinta-feira, 25 outubro, 2001 /
O governo alemão está a testar um sistema de alerta geral para a população, em caso de catástrofe, através de mensagens de telemóvel. Em caso de catástrofe, qual seria a maneira mais rápida e eficaz de alertar a população para os procedimentos a ter em conta? Numa altura em que a guerra química e biológica está mais na ordem do dia do que nunca, os governos fazem tudo para proteger a sociedade. Os alemães vão recorrer ao telemóvel.

É só uma questão de tirar partido do facto deste aparelho de telecomunicações móveis ter um índice de penetração na sociedade civil altíssimo. Os alemães estão a implementar um sistema de comunicações por satélite para, em caso de catástrofe, emitir avisos à população, com a possibilidade destes serem localizados ou generalizados para todo o país.

O sistema foi concebido para que todos os alemães recebam as respectivas mensagens num espaço tão curto como o de 20 segundos, no máximo. As autoridades germânicas já estavam a trabalhar no sistema há já algum tempo, mas todo o processo foi acelerado, a pedido governamental, depois dos acontecimentos de 11 de Setembro.

O sinal, ou as mensagens, são enviadas para a população, hospitais, autoridades policiais, estações de rádio e televisão e instituições que possam contribuir para uma rápida resolução dos problemas. Um porta-voz do Ministro do Interior, do executivo de Schröeder, garantiu que não há razões para pânico: "Estamos a desenvolver este mecanismo para poder chegar ao maior número de pessoas, no mais curto espaço de tempo possível".

2,908