NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
UMTS: EDP e Jazztel discutem possível candidatura

UMTS: EDP e Jazztel discutem possível candidatura

sexta-feira, 28 julho, 2000 /
A operadora Oni, controlada pela EDP, está neste momento em negociações com várias companhias locais e internacionais com vista disputarem conjuntamente uma das licenças de UMTS.

A EDP (Electricidade de Portugal) e a Jazztel encontram-se em negociações com vista a concorrerem juntas a uma licença de UTMS.  A EDP, através da operadora Oni, na qual possui uma posição maioritária, está-se a preparar para apresentar uma proposta ao concurso público sobre telemóveis de 3ª geração. A possível parceria entre a Oni e a Jazztel permitirá às duas operadoras conjugarem esforços na obtenção da 4ª licença (as outras três deverão ser atribuídas às operadoras móveis já em actividade).

A Oni encontra-se actualmente a discutir parcerias com várias companhias, tanto locais com internacionais,  com vista concorrer à atribuição das licenças de UMTS. António Vidigal, director do departamento de comunicações móveis de Oni, afirmou em declarações à Bloomberg que a decisão final sobre a escolha dos parceiros dependerá dos requisitos apresentados pelo Governo. O executivo de António Guterres deverá apresentar o caderno de encargos na próxima semana, havendo de seguida um prazo de dois meses para a entrega das candidaturas.

O Banco Comercial Português (BCP), o segundo maior accionista da Oni a seguir à EDP, detêm actualmente 10 por cento do capital do banco espanhol Sabadell FIM, o qual adquiriu há duas semanas 2,5 por cento do capital da Jazztel. A associação entre as duas operadoras permitirá evitar eventuais conflitos de interesses que poderiam acontecer caso ambas concorressem de forma separada.

2,764