Telemóveis ameaçam aviões

As pesquisas sobre o assunto continuam e desta vez é a Autoridade de Aviação Civil britânica que alerta: os telemóveis ameaçam a segurança dos aviões.

Os últimos ensaios permitiram concluir que o uso de telemóveis a bordo afecta não só a navegação como todas as funções de comunicação do avião, causando sérios erros nos instrumentos assim como barulhos de fundo. Alguns dos pilotos descreveram, mesmo, situações que poderão ser observadas perante o uso de terminais: falsas notificações de falta de segurança (compartimento da bagagem incorrectamente fechado ou sinais de que há fumo a bordo); disfunção nos sistemas aéreos; e comunicações interrompidas devido a interferências nos auscultadores dos pilotos.

Um especialista da CAA, Dan Hawkes, que supervisionou o estudo, explicou que «o teste demonstra que a proximidade dos telemóveis nos aviões ou equipamentos de precisão semelhantes aos que existem nos aviões provocam graves interferências em material que pode ser essencial para o bom funcionamento do avião enquanto está no ar».

Por esta principal conclusão, a CAA decidiu prorrogar a proibição em vigor. Resta saber como serão os voos da SAS para o Reino Unido, uma vez que a companhia aérea escandinava confessou ser a primeira a autorizar o uso de dispositivos electrónicos por parte dos seus passageiros, ainda que sob medidas de segurança que terão de ser cumpridas.