Telemóvel com GPS usado para assédio

Um norte-americano foi detido por seguir a ex-namorada com GPS.

O homem, Ara Gabrielyan, foi detido após a sua ex-namorada ter apresentado uma queixa à policia de que ele estava a persegui-la.

Mais tarde, as autoridades vieram a encontrar um telemóvel com sistema GPS no carro da mulher, o qual servia para o indivíduo seguir a ex-namorada através da Internet. Segundo a polícia local, «isto é o que se pode considerar de assédio do Século XXI».

Depois da namorada, de 35 anos, ter terminado a relação, Gabrielyan teve acesso a todos os locais onde ela tinha estado, como lojas e aeroportos e dezenas de outros locais. Para tal, apenas teve de anexar ao carro dela um telefone celular com um sistema de posicionamento que, de minuto a minuto, transmitia um sinal para um satélite.

As informações eram depois enviadas para um web site que permitia a Gabrielyan saber a localização exacta da sua ex-namorada.

A visada apenas conseguiu descobrir o que se estava a passar quando, um dia, descobriu Gabrielyan debaixo do seu carro a tentar mudar a bateria do telemóvel.

De acordo com a investigação policial, Gabrielyan planeava matar a ex-namorada, suicidando-se em seguida. No entanto, tal não foi ainda dado como provado.