The next big thing: o Porno 3G

Virgin Mobile discute com a Playboy a oferta de serviços para adultos nas redes de terceira geração.

A preocupação dos operadores em encontrar “killer apllications” capazes de galvanizar a adesão à 3G já antes tinha passado por este campo. Há sensivelmente meio ano atrás, noticiava o Telemoveis.com, a Hutchinson 3G estava já a investir na criação de um gabinete para estudar a possibilidade prática de oferta de conteúdos e serviços “para adultos”. De acordo com o FT, um porta-voz do grupo Vodafone admitiu que também este começa a encarar com benevolência a ideia dos conteúdos porno, contado que “estes vão de encontro a estritos códigos de prática da indústria”. Saliente-se que a Virgin Mobile não tem ela própria licença para operar uma rede UMTS, mas espera poder participar nas dos outros, fornecendo-lhes ainda, nomeadamente, conteúdos.