• Home
  • Social Media
  • TMN apresenta resultados líquidos de 10,2 milhões de contos

TMN apresenta resultados líquidos de 10,2 milhões de contos

Informação relativa ao 1º semestre de 1999

«Informação relativa ao 1º semestre de 1999 TMN cresce 70% num ano em número de clientes Clientes crescem 70% num ano, atingindo 1.707.023 Resultados líquidos aumentam 10% face ao primeiro semestre do ano de 1998 Resultados antes de Impostos superiores em 16% aos do período homólogo do ano anterior Proveitos Operacionais atingem os 64,8 milhões de contos Investimentos de 23 milhões de contos no semestre Lisboa, Portugal, 29 de Julho de 1999 – A TMN, empresa PT (BVL: PTCO.IN; NYSE: PT) registou até ao final de Junho um resultado líquido de 10,2 milhões de contos, o que representa um crescimento de 10% face a idêntico período de 1998. Os resultados antes de impostos atingiram os 16,5 milhões de contos, mais 16% do que no primeiro semestre do ano anterior. No mesmo período, os proveitos operacionais atingiram o valor de 64,8 milhões de contos, um acréscimo de 33% relativamente ao período correspondente de 1998. O EBITDA foi de 22,3 milhões de contos, o que equivale a um crescimento de 24% em relação ao período homólogo de 98. A sua percentagem no total de proveitos operacionais (EBITDA mg), foi de 34,4% (3,4 pontos percentuais acima do registado no final do 1º trimestre em que o EBITDA mg foi de 31%). O proveito de serviço médio mensal por cliente (ARPU) registou um valor médio, de Janeiro a Junho, de 5 618 escudos. Este valor representa um decréscimo de 26% relativamente ao valor médio do primeiro semestre do ano anterior. Esta diminuição tem como causa fundamental o facto de a TMN ter baixado significativamente os preços dos seus produtos e serviços. No final do período em referência, a TMN atingiu um total de 1 707 023 clientes, ou seja, um crescimento de 70% face ao período homólogo de 1998. Nos primeiros seis meses do ano de 1999, registámos a adesão líquida de 281 347 novos clientes, mais 17 % do que nos primeiros seis meses de 1998. Por forma a manter a sua posição de liderança, também no que se refere à qualidade do serviço que presta aos seus clientes, a TMN prosseguiu a sua política de reforço da cobertura, dotando a sua infra-estrutura de rede com as mais recentes soluções tecnológicas. Neste sentido, realizou-se neste 1º semestre um investimento de 23 milhões de contos, significando um esforço acrescido em cerca de 29% face ao investimento efectuado no mesmo período de 1998. O Presidente da Comissão Executiva da TMN, Iriarte Esteves considera “a performance da TMN, ao longo deste 2º trimestre de 1999, muito positiva, conduzindo a um resultado líquido neste segundo trimestre superior em 53% ao alcançado no 1º trimestre do ano (6,2 e 4,0 milhões de contos, respectivamente, totalizando 10,2 milhões de contos no semestre). O proveito médio mensal por cliente (ARPU) teve um comportamento bastante favorável, uma vez que o valor registado de Abril a Junho foi superior em 6% ao verificado de Janeiro a Março, em resultado da crescente utilização média do serviço por parte dos clientes e de uma penetração crescente no mercado empresarial. Por outro lado, a utilização das mais modernas tecnologias, a par duma correcta e criteriosa afectação dos nossos recursos, resultou num “cash-cost” médio mensal por cliente (CCPU), de Abril a Junho, inferior em 3% relativamente aos primeiros três meses do ano, o que contribuiu decisivamente para os nossos bons resultados. A TMN continuará no 2º semestre a investir fortemente na expansão da sua rede e na melhoria da qualidade de serviço, correspondendo ao excepcional crescimento do número dos nossos clientes e com o objectivo de continuar a oferecer o melhor serviço do mercado.» (…)